Facit promove evento para campanha nacional “Salve Krahô”

4 de setembro de 2020

Com o objetivo de arrecadar fundos para a campanha, será realizado o Ciclo de Palestras Interdisciplinares “Salve Krahô”, com a participação da atriz e criadora da campanha Salve Krahô, Letícia Sabatella, e palestrantes de todo o país

Nesse momento de pandemia muitas pessoas precisam de ajuda. Solidariedade é um ato de suma importância para sobreviver e passar por este período de crise. O povo Krahô precisa desta solidariedade. Desta forma, a Faculdade de Ciências do Tocantins (Facit) promove o Ciclo de Palestras Interdisciplinares “Salve Krahô”, nos dias 18 e 19 de setembro, totalmente on-line, com a participação da atriz e criadora da campanha Salve Krahô, Letícia Sabatella, e palestrantes de várias áreas do Tocantins e do Brasil.

O objetivo deste evento é arrecadar fundos para a campanha Salve Krahô, criada para fortalecer as ações de prevenção e combate à Covid-19 nas aldeias da etnia. A campanha é uma rede de apoio voluntária que tem a participação de lideranças e associações indígenas, bem como parceiros não-indígenas.

A organização do ciclo de palestras é da professora da Faculdade Facit, Me. Jane Guimarães, e da pesquisadora Marília Cyrne, membros da campanha Salve Krahô.

Ciclo de Palestras

O evento será totalmente on-line (via Google Meet), sendo realizado nos dias 18 e 19 de setembro. Serão discutidos assuntos nas seguintes áreas: Odontologia, Letras Libras, Letras, Direito, Geografia, Ciências Sociais e Artes. O ciclo de palestras terá 10 horas de carga horária.

A abertura será no dia 18, sexta-feira, com a atriz Letícia Sabatella e terá uma transmissão direta do pátio da aldeia Krahô, Manoel Alves, onde os indígenas vão fazer uma Cantoria, a partir das 17 horas.

Logo em seguida, a partir das 18 horas, será aberta uma sala virtual para conversar sobre o filme “Chuva é cantoria na aldeia dos mortos”, tendo como palestrantes Renée Messora e João Salaviza (diretores do filme e membros da Campanha Salve Krahô) e Henrique Ihjãc Krahô (protagonista do filme).

No segundo dia, a partir das 9 horas, inicia o ciclo de palestras, com várias salas virtuais discutindo os vários temas do evento.

Inscrições

Para participar do ciclo de palestras deve preencher o formulário de inscrições que está disponível no site da Faculdade Facit (https://forms.gle/yJudottT1svwyJBt7 ) , no período de 04 a 15 de setembro. O valor é de R$ 10,00, o qual será creditado na conta da Associação Kàjre.

A conta da associação é Ag. 1595-4, C/C 18775-5 Banco do Brasil 001; Centro Cultural Kàjre; CNPJ 07.724.900/0001-20.

Programação

Abertura dia 18/08

Mediadora: Letícia Sabatella (atriz e criadora da Campanha Salve Krahô)

17h – Daniel Rej Krahô apresentará a cantoria no pátio da aldeia Krahô

18h – Conversa sobre o filme “Chuva é cantoria na aldeia dos mortos”

Palestrantes: Renée Messora e João Salaviza (diretores do filme e membros da Campanha Salve Krahô) e Henrique Ihjãc Krahô (protagonista do filme).

19h – Encerramento

SALA 1: PALESTRAS NA ÁREA DA ODONTOLOGIA (19/09 – MANHÃ)

Mediadora: Dra. Carollyne Mota Tiago (professora da Facit, doutora em Ortodontia e Mini-residence pela University of Connecticut – EUA)

9h – O que os indígenas do Xingu têm a nos contar sobre a etiologia da má oclusão Palestrante: Dr. David Normando (Prof. da Faculdade de Odontologia da UFPA, editor-emérito Dental Press Journal of Orthodontics, editor-Associado Progress in Orthodontics, Bolsista Produtividade CNPq).

10h – Trauma alvéolo dentário: conceitos atuais

Palestrante: Me. Herbet de Abreu Cavalcanti (Professor na pós-graduação da Facit, Mestre em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial – Unimar; Doutorando em Clínicas Odontológicas – SLMANDIC)

11h – Vida Clínica x Estética

Palestrante: Renata Rosa (Especialista em Ortodontia e Residência em Estética Avançada).

SALA 2: PALESTRAS NA ÁREA DO DIREITO (19/09 – MANHÃ)

Mediador: Maicon Rodrigo Tauchert; coordenador do curso de Direito da FACIT, CEO Law Technology Solutions

9h – Direitos à vida digna e à saúde dos povos indígenas

Palestrante: Dr. Mauro Gaglietti (Graduado em História – UFSM; Mestre em Ciência Política – UFRGS; Doutor em História – UFRGS)

10h – O Ministério Público Federal e a defesa dos povos indígenas

Palestrante: Thales Cavalcanti Coelho (Graduado em Direito e Mestre em Direito Penal pela Universidade de São Paulo (USP). Procurador da República do Ministério Público Federal (MPF)

11h – Direito Anterior ao Estado: Uma reconexão com a origem humana na natureza

Palestrantes (colegiado do curso de Direito da Facit):

– Ma. Marina de Alcântara Alencar (advogada e doutoranda em Letras na UFNT);

– Ma. Eliana Andrade (Bacharel em Direito e Mestra em Planejamento Urbano);

– Esp. Wilson de Oliveira Júnior (Especialista em Segurança Pública e Cidadania (UFRGN); Especialista em Segurança Pública (UFT);

– Me. Rafael Xavier de Souza (Bacharel em Direito, mestre em Teoria Geral do Direito e do Estado).

SALA 3 – LÍNGUA DE SINAIS E CULTURA SURDA NO TOCANTINS (19/09 – MANHÃ)

Mediador: Dr. Bruno Gonçalves Carneiro(Professor da UFT, no curso de Letras: Libras. Doutor em Letras e Linguística pela UFG)

9h – A comunidade surda tocantinense

Palestrante: Roselba Gomes de Miranda (Professora da UFT, no curso de Letras: Libras.

10h – Gírias na Língua Brasileira de Sinais

Palestrante: Cristiano Pimentel Cruz (Professor da UFT, no curso de Letras: Libras. Mestre em Letras pela UFT)

11h – Experiência na surdo-cegueira

Palestrante: Lia Claudia Coelho (Licenciada em Letras: Libras e mestranda em Letras pela UFT)

Intérprete de Libras: Tullyo da Silva Braga  

SALA 4 – LEITURA LITERÁRIA EM TEMPOS DE PANDEMIA (19/09 – TARDE)

Mediadora: Ma. Erica de Cássia Maia (Mestra em Letras pelo Programa de Mestrado Profissional em Letras – PROFLETRAS/UFT e Doutoranda em Letras – PPGL/UFT)

14h – Palestrantes:

Dr. Rildo Cosson (Professor visitante da Universidade Federal da Paraíba, Doutor em Letras/ UFRGS e em Educação UFMG)

Dra. Luiza Silva (Professora Adjunta da Universidade Federal do Tocantins-UFT)

Dr. Márcio Melo (Professor Adjunto da Universidade Federal do Tocantins – UFT, Doutor em Estudos Literários pela UFMG; Mestre em Letras e Linguística pela UFG)

Sala 5 – PESQUISAS E VIVÊNCIAS COM O POVO KRAHÔ (19/09 – TARDE)

Mediador: Dr. José Francisco Mendanha (Professor na UFT,Doutor em Biodiversidade e Biotecnologia pela Rede Bionorte. Mestre em Ciências do Ambiente/ UFT)

14h – R-existências territoriais indígenas

Palestrante: Emerson FerreiraGuerra (professor adjunto do DEGEO da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro – UFRRJ, bacharel em geografia (UFU), Mestre em Geografia e Gestão do Território, e Doutor em Geografia e Ordenamento Territorial pela Universidade Federal Fluminense – UFF).

15h – Educação indígena x Educação Escolar Indígena: diálogos necessários

Palestrantes:

Maíra Lopes Pedroso (graduada em Ciências Sociais pela Unesp – Universidade estadual Paulista e mestrando em Antropologia Social pela UFSCAR)

Felipe Kometani Melo (graduado em Ciências Sociais pela Unesp – Universidade Estadual Paulista e mestrando em Antropologia Social pela UFSCAR)

Vitor de Aratanha Maia Araújo (graduado em Ciências Sociais pela UNB, especialista em Indigenismo e Desenvolvimento Sustentável também pela UNB; membro da campanha Salve Krahô)

16h – O que o povo mẽhĩ me ensinou por meio do estudo de sua língua?

Palestrante: Maxwell Miranda (Professor Adjunto da Universidade Federal de Mato Grosso/UFMT, Doutor e Mestre em Linguística pela Universidade de Brasília/UnB.)

Sala 6 – Pesquisas no Campo da Tecnologia com o Povo Krahô (19/09 – TARDE)

Mediadores:

  • Prof. Me. Cássio Cipriano Nogueira – Graduado em Sistemas de Informação, Especialista em Gestão de Tecnologias da Informação e Mestre em Estudos de Cultura e Território. Professor e Coordenador de Análise e Desenvolvimento de Sistemas da Faculdade de Ciências do Tocantins (FACIT).
  • Prof. Esp. Edivan Ricardo de Jesus – Graduado em Análise de Sistemas e Especialista em Engenharia de Software com Ênfase em Software Livre e Docência Universitária. Professor na Faculdade Católica Dom Orione (FACDO) e na Faculdade de Ciências do Tocantins (FACIT).

Apresentações:

14h – Relato de Experiência: criação de aplicativos mobile com base no Manual de Saúde Bucal em Krahô

Prof. Me. Cássio Cipriano Nogueira e Prof. Esp. Edivan Ricardo de Jesus

15h – Guihô:  guia de saúde bucal em Krahô e jogo educativo

Carlos Augusto Alves Jardim, Luís Paulo Gomes Andrade e Werik Filipe dos Santos Cunha (Acadêmicos de ADS da FACIT)

16h – Krapp: aplicativo mobile educativo

Eliezer Gino Lemos de Castro, João Victor Fernandes Tavares e Renato Júnior Rocha Dias (Acadêmicos de ADS da FACIT)

17h – Encerramento

Compartilhar