Revista científica on-line da Facit comemora quatro anos

30 de abril de 2021

Neste período, a JNT publicou quase 300 artigos científicos, além de resenhas críticas; produzindo e divulgando pesquisas em todas as áreas do conhecimento (Foto: Editora-chefe Profª Dra. Sissi Alves)

A revista científica on-line JNT – Facit Business and Technology Journal da Faculdade de Ciências do Tocantins (Facit) comemorou neste mês de abril quatro anos de criação. Nesse período, a JNT publicou 299 artigos e seis resenhas críticas, com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento e divulgação de pesquisas científicas através da publicação de artigos, ensaios, relatórios de pesquisas, estudos teóricos e resenhas, nas diversas áreas do conhecimento.

Para celebrar seu aniversário, será publicada uma edição especial da revista, um dossiê temático que terá a parceria com o Laboratório de Línguas Indígenas (LALI) da Universidade Federal do Norte do Tocantins (UFNT). A iniciativa é da Editora-chefe Profª Dra. Severina Alves de Almeida Sissi, com o apoio do coordenador do LALI, Prof. Dr. Francisco Edviges Albuquerque.

De acordo com a editora-chefe, o intuito é reunir artigos de pesquisadores em Línguas e Educação Escolar Indígena do Brasil e demais países onde esses povos resistem. “É mais um diferencial na divulgação de pesquisas na nossa região. Um momento ímpar para quem busca e quer compartilhar conhecimento”, destacou.

O prazo para envio dos artigos vai até o dia 30 de maio de 2021 e devem ser encaminhados exclusivamente por e-mail: jnt@faculdadefacit.edu.br.

JNT tem Indexação Qualis B1

Fundado em abril de 2017, o periódico de teor interdisciplinar em sua primeira avaliação pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) obteve um Qualis B1, índice que varia de C a A1.

A editora-chefe destaca a importância dessa qualificação para a revista científica da Facit. “A importância de uma indexação B1 está no fato de que muitas Universidades, Faculdades e Centros Universitários vinculam a formação de seus estudantes, tanto da Graduação quanto de Pós-graduação (Lato Sensu e Stricto Sensu), à publicação de um artigo numa Revista que tenha uma indexação no mínimo B1. Aqui nossa responsabilidade é redobrada”, destacou.

Para se ter um índice como este, a revista passa por de critérios avaliativos tais como periodicidade em suas publicações, qualidade dos manuscritos livres de plágio e repercussão por meio de citações de artigos da Revista em trabalhos acadêmicos publicados em outras revistas indexadas pela Capes.

A JNT tem uma política de publicação de fluxo contínuo, isto é, a cada 10 artigos recebidos publica-se uma nova edição, podendo chegar até 15, ou mais.

Todos os artigos recebidos, que também podem ser resenhas ou relatórios científicos, passam por um rigoroso programa de antiplágio, com tolerância de até 3% de termos em comum com outras publicações. Passou desse índice, é recusado o manuscrito.

Compartilhar