PROGRAMADOR DE COMPUTADOR E ANALISTA ESTÃO ENTRE AS PROFISSÕES DO FUTURO

O mercado está cada vez mais exigente. Uma velha frase comentada e não é de hoje. E o futuro profissional deve seguir esse caminho. É o que apontou um estudo feito por uma consultoria internacional. O estudo foi destaque na reportagem exibida pelo Bom Dia Brasil da TV Globo. O estudo mostrou que os Estados Unidos substituíram mais de 3 milhões de empregos com o avanço da tecnologia. Parece um ponto negativo principalmente para quem defende que as máquinas retiraram o emprego das pessoas. Mas na prática, o avanço tecnológico criou cinco vezes mais novos postos de trabalho. Quase 16 milhões de novos empregos foram criados com a tecnologia em expansão.

   O futuro do trabalho vai estar ligado à tecnologia e a saúde. Especialistas apontam que essa transição de profissões é na verdade uma oportunidade para as pessoas. “É muito importante enxergar esse momento como uma oportunidade e não como uma ameaça. Quem não faz nada vai criticar o robô, vai criticar o aplicativo e vai querer se revoltar, mas quem for esperto vai enxergar uma oportunidade e vai até lucrar com isso”, disse Alberto Roitman que é diretor de criação.

   A consultoria analisou o cenário econômico e as oportunidades de mercado em 46 países. O Brasil faz parte dessa lista. O estudo apontou ainda que quase 70% das empresas brasileiras relataram dificuldade para contratar profissionais com a mão de obra esperada pelo empregador. Por isso, quem está pensando na qualificação precisa ficar atento. A pesquisa internacional apontou que as profissões que devem ganhar cada vez mais mercado no futuro são: programador de computadores, gerentes de treinamento, pesquisadores, analistas e professores.

   Para o coordenador do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas da Faculdade de Ciências do Tocantins – FACIT-TO- o mercado no Tocantins também segue a mesma tendência. “É um mercado muito bom, amplo e carente de profissionais. Se você procurar as grandes empresas de programação de Araguaína sempre tem vaga, sempre está faltando desenvolvedor. Além disso, o Tocantins todo é carente. Há mercado para trabalhar em casa, por exemplo, home office, a possibilidade é muito grande. Basta ter o conhecimento, basta estudar. Universo amplo e em franca expansão”, disse Renato dos Reis Ferreira.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO FACIT 

ascom@faculdadefacit.edu.br (063) 99227 4927 

Compartilhe esta postagem »»

Facebook
Twitter
LinkedIn
Email
WhatsApp
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support

Eu concordo em receber outras comunicações da FACIT. Para fornecer o conteúdo solicitado, precisamos armazenar e processar seus dados pessoais. Se você consentir com o armazenamento dos seus dados pessoais para essa finalidade. Eu concordo em permitir que a FACIT armazene e processe meus dados pessoais. Nossas práticas de privacidade e nosso compromisso em proteger e respeitar suas informações, estão em consonância com a LGPD – Lei Geral de Proteção de Dados. Política de Privacidade.