Professor da FACIT teve papel importante na criação da Area de Proteção Ambiental Pé do Morro

Conhecida por sua religiosidade, o município de Aragominas, mais conhecida como “Pé do Morro” e distante cerca de 40 quilômetros de Araguaína, deu um importante passo em direção à preservação de suas espécies nativas com a criação da Área de Proteção Ambiental – Pé do Morro. E esta ação contou com a participação ativa do professor Adolfo da Silva Melo, docente na Faculdade de Ciências do Tocantins – FACIT-TO.

Para que a APA – Pé do Morro fosse criada, foi preciso seguir todos os trâmites legais e técnicos, que envolveram o estudo ambiental, consulta pública no Auditório da Câmara Municipal com a presença de representantes de entidades públicas, proprietários de terras, público em geral, órgãos ambientais e associações comunitárias.

Satisfação em poder ajudar

Professor Adolfo esteve presente em todas as etapas, contribuindo principalmente nas questões de sustentabilidade, levantamento de fauna e flora e observando os aspectos essenciais que asseguraram a necessidade de proteção da área. Para o docente, essa foi uma experiência enriquecedora. “Senti-me muito satisfeito, porque eu vi que poderia colaborar e contribuir”, disse.

Com a criação dessa nova área de preservação, haverá a proteção da fauna e flora. “Percebi que a criação de uma nova APA viria a contribuir com a preservação e a manutenção da vida silvestre e também com todo o contexto histórico do Pé do Morro”, completou o professor.

Mais trabalho pela frente

O esforço da criação da APA não acaba por aí, segundo o professor Adolfo, porque ainda há muito a ser feito. “Sabemos que temos muito trabalho a fazer, agora vêm as outras etapas que são uma nova análise de fauna e flora mais efetiva, além da descrição dos ambientes”, pontuou Adolfo.

Participaram da criação da APA – Pé do Morro a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Meio Ambiente de Aragominas; Naturatins; o professor Adolfo da Silva Melo, Biólogo e doutor em Ciências Biológicas – FACIT; Anderson Mendes de Souza, advogado e especialista em Direito Constitucional e Docência Universitária da Associação de Praças da Polícia e Bombeiros Militares de Araguaína; Atevaldo dos Anjos do Nascimento, historiador e especialista em Segurança Viária Urbana do Batalhão de Polícia Militar Rodoviário e de Divisas (Bpmred); Carlos Augusto Machado, geógrafo e doutor em Geografia, da Universidade Federal do Tocantins – UFT; Eva Janny Fernandes Saraiva Silva, geógrafa, especialista em Recursos Hídricos; e Maria Alves de Souza Filha, gestora Ambiental e normalista superior.

Compartilhe esta postagem »»

Facebook
Twitter
LinkedIn
Email
WhatsApp
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support

Eu concordo em receber outras comunicações da FACIT. Para fornecer o conteúdo solicitado, precisamos armazenar e processar seus dados pessoais. Se você consentir com o armazenamento dos seus dados pessoais para essa finalidade. Eu concordo em permitir que a FACIT armazene e processe meus dados pessoais. Nossas práticas de privacidade e nosso compromisso em proteger e respeitar suas informações, estão em consonância com a LGPD – Lei Geral de Proteção de Dados. Política de Privacidade.