III Simpósio de Administração e Tecnologia levou inovação e empreendedorismo aos participantes

Concluída a terceira edição, o Simpósio de Administração e Tecnologia da Faculdade de Ciências do Tocantins – FACIT mais uma vez levou até o público cases de sucesso, conhecimento atualizado e conteúdo útil para o dia a dia acadêmico e mercado de trabalho. Durante três dias (4, 5 e 6 de maio), professores, alunos e palestrantes estiveram envolvidos em uma grande rede de compartilhamento de informação.

Conforme manda a tradição, a organização do Simpósio ficou sob a responsabilidade dos alunos do 8º período do curso de Administração. “Ao promover o evento, os acadêmicos colocam em prática tudo o que eles aprenderam sobre gestão ao longo do curso. É também uma busca de conhecimento durante a parte prática”, disse a diretora da FACIT, Ângela Maria Silva.

Dia 1

A primeira noite de palestras começou com o representante do SEBRAE Tocantins, Rogério Maracaípe, que falou do arcabouço legal de franquias, ou seja, como elas deveriam funcionar na teoria. Na sequência, o empresário Gustavo Luiz Sousa Martins, da Casa do Construtor, de Araguaína, trouxe o tema “Estratégia Empresarial: Franchising”. 

“Conhecer de perto o dia a dia da empresa, as dificuldades, os ganhos, os desafios, é bastante enriquecedor, porque mostra que, às vezes, a prática pode ser um pouco diferente da teoria”, contou a aluna de ADM, Talita Martins Sousa.

O coordenador do curso de ADM, professor Elizeu José dos Santos, lembra que um dos vários pontos positivos do Simpósio é a interdisciplinaridade e transdisciplinaridade. “O evento trabalha com temáticas de gestão e tecnologia, despertando o interesse do público. Além disso, eles puderam conhecer novas ferramentas e, consequentemente, novas aprendizagens, renovando os ânimos para sequenciar os estudos”.

“Os palestrantes são cases de sucesso, trazem a realidade do mercado e isto é fundamental para que o aluno já saia da faculdade preparado. O Simpósio é um evento feito por alunos para alunos, por isso sempre atende as expectativas”, observou o coordenador do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistema, professor Renato dos Reis Ferreira.

Dia 2

“O Mercado para o Desenvolvedor de Mobile” foi a primeira palestra do segundo dia do Simpósio. O programador Francisco Martins de Lima Filho falou das empresas que trouxeram inovação para área e as tecnologias disponíveis para uso.

“Escolhi trazer para o público mais um norte para quem quer entrar na área saber o que tem que estudar. São assuntos estritamente de mercado, conhecimentos específicos e técnicos que são requeridos, por exemplo, pelo Nubank, que é uma empresa que depende da tecnologia para estar funcionando”, contou o palestrante.

A noite foi encerrada com a palestra do diretor superintendente do SEBRAE Tocantins, Omar Hennemann, que falou de empreendedorismo e inovação. “Abordei questões de iniciativa, perseverança e planejamento para motivar o público e escolher o caminho da criatividade. Espero que todos optem pelo empreendedorismo para não ficar excluído nesse mundo de oportunidades que existe por aí”, disse Omar.

Dia 3

O último dia do Simpósio foi dedicado à negociação e análise de mercado. O coordenador acadêmico da FACIT, professor Jairo Roberto Lyra, apresentou aos alunos técnicas de negociação e até de hipnose por meio de conversas.

“Os participantes puderam aprender a identificar a linguagem não verbal das pessoas, movimentos, gestos para conseguirem ser mais influentes na negociação. Os olhos dão bons indícios para análise da linguagem não verbal. Dependendo para qual lado se olha, é possível saber se a pessoa está tentando lembrar-se de algo ou inventando alguma história”, explicou o professor.

E para encerrar o ciclo de palestras, o empresário da Durax Pré-Moldados, MedStation, MedHelp e presidente da ACIARA Jovem, Jefferson Silva, falou de empregabilidade e desemprego, contando um pouco da trajetória pessoal e os desafios de empreender em áreas diferentes, como a construção civil e saúde.

No fim, o público ainda foi presenteado com a apresentação da banda da Polícia Militar de Araguaína.

Balanço

Para Carlos Alexandra Barçante Inácio, aluno do 8º período de ADM, o evento atendeu todas as expectativas e foi bastante positivo. “Não foi fácil assumir essa organização, porque os alunos também têm sua vida pessoal, seus trabalhos, mas com muita organização conseguimos lograr êxito no Simpósio. Estamos muito satisfeitos”.

A professora Giane Figueiredo coordenou os acadêmicos na promoção do Simpósio e garante que os horizontes profissionais dos organizadores foram ampliados com esta experiência.

“Foi de grande valia esse empenho dos alunos para a organização do simpósio e é importante lembrar que a Administração também precisa voltar seus olhos para o setor de serviços e a gestão de eventos é uma opção muito válida. Os alunos tiveram que fazer planilhas, planejamentos, ir atrás dos palestrantes, controlar o orçamento e tudo isso com certeza agrega valor aos currículos deles”.

Compartilhe esta postagem »»

Facebook
Twitter
LinkedIn
Email
WhatsApp
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support

Eu concordo em receber outras comunicações da FACIT. Para fornecer o conteúdo solicitado, precisamos armazenar e processar seus dados pessoais. Se você consentir com o armazenamento dos seus dados pessoais para essa finalidade. Eu concordo em permitir que a FACIT armazene e processe meus dados pessoais. Nossas práticas de privacidade e nosso compromisso em proteger e respeitar suas informações, estão em consonância com a LGPD – Lei Geral de Proteção de Dados. Política de Privacidade.