I Expo FACIT mobilizou estudantes e profissionais para falar de carreiras, negócios e inovação

23 de novembro de 2021

O evento também abriu oportunidades para empresas mostrarem seus serviços e produtos

Para que uma comunidade possa crescer de forma saudável, ela precisa que as pessoas se unam e troquem experiências, que compartilhem histórias de sucesso e que os mais experimentados guiem os mais jovens para que eles consigam alcançar o futuro brilhante que tanto almejam.

E para unir todas essas pessoas em um único lugar, a Faculdade de Ciências do Tocantins – FACIT-TO promoveu a 1° Expo FACIT, um evento feito para a comunidade e que mobilizou acadêmicos de todos os cursos da instituição, alunos do ensino médio de escolas públicas e privadas, empresas, que expuseram seus produto,s e empreendedores que compartilharam casos de sucesso.

“Abrimos as portas da nossa instituição para que todos tivessem um terreno fértil para conversar sobre carreiras, negócios e inovação. Nosso desejo foi mostrar que o compartilhamento de informações é capaz de melhorar vidas e de mudar para melhor toda a nossa comunidade”, enfatizou a Diretora Geral da Facit, Dra.  Angela Maria Silva. 

O prefeito de Araguaína, Wagner Rodrigues, participou da abertura do evento e elogiou o papel da instituição no município. Ele também colocou-se à disposição para mais parcerias.  

“A FACIT é uma grande parceira nossa, o trabalho social, empresarial e empreendedor desenvolvido aqui é louvável. A cada ano que passa, a Dra. Ângela tem algo novo para mostrar, está sempre gerando conhecimento, emprego e renda para as pessoas da nossa comunidade”, destaca. 

Agenda do conhecimento

Convidados pela FACIT, alunos do ensino médio de várias escolas da cidade tiveram uma agenda cheia. Assim que chegaram na faculdade, os adolescentes foram apresentados aos cursos da faculdade, visitaram laboratórios, à sala de inovação e tecnologia, visitaram a clínica de Odontologia, o barracão da Veterinária e tiveram uma aula experimental de equitação e doma animal, tudo isso no primeiro dia.

Nos corredores da instituição, estudantes, acadêmicos, corpo docente e discente conferiram de perto stands dos patrocinadores do evento, aqueles que ajudaram e tornar possível a realização do Expo Facit.

O evento foi patrocinado pela Claro, Disbrava, Medical Place, Instituto Harmonia, Prefeitura de Santa Fé do Araguaia, Toledo Fibra, Bluefit Academia, Rensoftware, TJ Gerenciamento de Risco, Pães Aliança, Educação Adventista, Colégio INN9 e Cartão de Todos.

Cases de Sucesso – Manhã

Todo empreendimento começa a partir de uma ideia, de um sonho. Para contar as histórias de sucesso que aconteceram em Araguaína, empresários convidados compartilharam um pouco de seus conhecimentos e histórias de vida com os participantes.

Talitta Costa, da RH Humanity, falou sobre “Orientações de como se destacar em processos seletivos”. A palestrante deu dicas de como se comportar em um processo seletivo, além de falar dos erros mais comuns para que os candidatos evitem durante a busca por emprego.

“O objetivo foi que os acadêmicos saiam para o mercado de trabalho preparados de maneira que eles absorvam essa visão empreendedora de como que está o mercado atual, quais as reais necessidades do empresário e o que que eles buscam desses novos profissionais”, destacou Talitta.

Em seguida, Tomaz Araújo Vaz apresentou seu case de sucesso com a Pães Aliança.

“Contei a minha história para as pessoas entenderem que tem que estudar muito e planejar bastante para conseguir seguir em frente no empreendedorismo. Você tem que acreditar que vai conseguir, cada um conhece o próprio potencial”, comentou Tomaz.

Cases de sucesso – Noite

A segunda rodada de palestras trouxe a história do proprietário do Grupo Bicicletão, João Batista.

“É importante dar aos estudantes a noção do desafio de empreender, não apenas a teoria, mas também a prática de alguém que fez dar certo. Isso pode ajudar a despertar neles o espírito do empreendedorismo, o poder de acreditar”, pontua o empresário.

Logo depois foi a vez do Pedro Alcântara, proprietário da Açaiteria, conversar com o público.

“Lá no começo eu tive muita oportunidade de adquirir conhecimento com grandes pessoas, então eu vejo a importância de compartilhar esse conhecimento com as pessoas que querem empreender no Brasil, que desejam escutar essa história”, comenta.

Segundo dia

O último case de sucesso foi o do proprietário da Agrominas, Renato Borghetti, que mostrou que é possível começar a empreender desde muito cedo.

“Eu era criança e vendi todos os meus brinquedos. Não usei o dinheiro que ganhei para comprar doces ou brinquedos mais novos, eu investi, comprei material escolar para vender, foi aí que eu quebrei pela primeira vez. Então imagina se eu tivesse desistido naquele ponto.  Por isso que é importante passar para essa galera mais jovem que é possível empreender desde cedo, que dá certo sim, mas desde que eles não desistam e tenham vontade de aprender”, finalizou Renato.

Para encerrar o último dia de atividades, foi realizada uma mesa redonda com o engenheiro Paulo Reinoldo que explicou sobre “Inovação e Tecnologias no campo”, com a Engenheira Ambiental Fernanda Sousa, que desenvolveu o tema “Regularização Ambiental de Imóveis Rurais, e o com o Advogado Cível Hildegrlan Carneiro, que falou sobre “Contatos Rurais”. A mesa também contou com a participação do empresário Renato Borghetti. 

Crescimento educacional

Dinamara de Carvalho Purcina é acadêmica do 4° período do curso de Direito e enfatizou a oportunidade de crescimento que tem ao estudar na FACIT-TO.

“Poder assistir palestras como as apresentadas no evento é sempre de grande valia. Gostei bastante da fala do Renato Borghetti, ele contou uma história de vida, o empreendedorismo nato que já veio com ele desde criança e que não deixou o sonho adormecer, correu atrás e hoje é dono de uma empresa reconhecida em todo o território nacional”, destaca.

Maria Eduarda Souza, acadêmica do 4° período de Medicina Veterinária, gostou mesmo foi de conhecer a história da FACIT. 

“Comecei a estudar na faculdade bem na época da pandemia, teve muita coisa sobre a instituição que eu não conhecia, não sabia de todo esse crescimento e evolução, então eu gostei bastante”, pontua a acadêmica.

 “Ninguém começa grande”

A diretora financeira da FACIT-TO, Dra. Carollyne Mota, enfatiza que ninguém começa grande, todo mundo começou, trabalhou e conquistou a duras penas o seu lugar ao sol.

“Queríamos trazer isso para dentro da faculdade para os nossos alunos pensarem no empreendedorismo, sobre o que ele faz, como ele se transforma e muda. Todos falaram da importância da educação nesse processo, porque ela encurta o caminho para o sucesso”, comenta.

Para a diretoria, o saldo da I EXPO FACIT foi muito positivo. 

“Foi incrível conhecer pessoalmente todos esses empreendedores e a história de vida deles. Ao firmar essas parcerias, todos saem ganhando, instituição, empresários, alunos e a nossa população”.

O evento foi finalizado com o Costelão Show, momento de confraternização entre a faculdade, alunos, professores, colaboradores e parceiros. Com muita comida e música, os participantes celebraram juntos no Clube Recreativo Bola de Ouro.

Compartilhar