FACIT assina termo de adesão da campanha “Sinal Vermelho contra a violência doméstica”

A instituição é a primeira empresa araguainense a aderir à campanha de benefício das mulheres vítimas de violência doméstica

 

A diretora-geral da FACIT, Dra. Carollyne Mota, assinou na noite da última terça-feira, 09, o termo de adesão à campanha “Sinal Vermelho contra a violência doméstica”. A instituição é a primeira de Araguaína a aderir à campanha em benefício das mulheres vítimas de violência doméstica e familiar no Brasil.

“A FACIT mostra que está comprometida com o combate à violência contra a mulher”, pontua a Juíza de Direito do Estado do Tocantins, Dra. Cirlene de Assis.

Realizada pelo Conselho Nacional de Justiça – CNJ e Associação dos Magistrados Brasileiros – AMB, a campanha nasceu como uma alternativa segura de denúncia e acolhimento, assim como de enfrentamento à violência de gênero.

As mulheres podem denunciar, de forma silenciosa, uma situação de violência que estejam vivendo. Ao ser atendida em qualquer empresa participante da ação, a vítima pode apresentar um X vermelho desenhado em uma das suas mãos a um dos atendentes do local, de forma a alertá-lo de que ela precisa de ajuda da polícia.

“Sabemos que a violência contra a mulher ainda é uma realidade, então poder conscientizar e contribuir para que isso diminua, para que o feminicídio não aconteça, é muito importante. Então, eu fico muito feliz em poder contribuir com a campanha e estarmos juntos conscientizando toda a população e ajudando as vítimas de violência doméstica”, finaliza a diretora-geral da FACIT.

 

Compartilhe esta postagem »»

Facebook
Twitter
LinkedIn
Email
WhatsApp
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support

Eu concordo em receber outras comunicações da FACIT. Para fornecer o conteúdo solicitado, precisamos armazenar e processar seus dados pessoais. Se você consentir com o armazenamento dos seus dados pessoais para essa finalidade. Eu concordo em permitir que a FACIT armazene e processe meus dados pessoais. Nossas práticas de privacidade e nosso compromisso em proteger e respeitar suas informações, estão em consonância com a LGPD – Lei Geral de Proteção de Dados. Política de Privacidade.