Advocacia gratuita para a população carente, conheça o NPJ da FACIT

4 de maio de 2022

O Núcleo de Prática Jurídica promove mediação, conciliação, arbitragem, justiça restaurativa, constelação familiar, dentre tantos outros métodos de solução de conflitos.
 

Para muitas pessoas, a justiça brasileira é um mistério, sobram dúvidas sobre em quais casos procurar ajuda jurídica, quando a justiça pode resolver alguma desavença e quanto isso vai custar. Em meio a tantos questionamentos, existe um lugar onde você pode achar a resposta para muitos deles, o NPJ – Núcleo de Práticas Jurídicas da FACIT – Faculdade de Ciências do Tocantins.

Primeiro, vamos conhecer o que é o NPJ. O Núcleo de Práticas Jurídicas é o órgão onde os acadêmicos do 6° ao 10° período do curso de Direito da FACIT têm a oportunidade de praticar todo o conteúdo teórico aprendido na faculdade.

“Todo curso de direito é obrigado legalmente a ter um NPJ que preste assistência jurídica à população carente. No Tocantins, para a prática do núcleo, é considerada carente a pessoa com renda familiar abaixo de quatro salários mínimos”, explica o advogado e coordenador do curso de direito da FACIT, Dr. Maicon Tauchert.
 
Atendimento Gratuito
O núcleo pratica mediação, conciliação, arbitragem, justiça restaurativa, constelação familiar e dentre outros métodos de solução de conflitos, tanto judiciais como extrajudiciais.

“Atendemos casos trabalhistas, criminais, direito penal, direito cível, indenização, direito de família, guarda de filhos, divórcio, algum desentendimento entre vizinhos, direito do consumidor, é realmente muita coisa. Nosso objetivo é oferecer um serviço de qualidade e 100% gratuito”, completa Maicon.
 
Bom para o aluno e para a comunidade

Os acadêmicos da FACIT, do 6° ao 10° período, têm na grade curricular um estágio obrigatório simulado. Eles treinam redigindo petições de processos que já terminaram, uma prática real no direito.

Eles também são responsáveis em atender a população carente que procura o NPJ, desde a ficha de triagem, passando pelo aconselhamento técnico, encaminhamento para a mediação, conciliação, arbitragem, justiça restaurativa, constelação familiar ou até mesmo a judicialização, que significa entrar com um processo na justiça, de fato.

Os alunos atuam como advogados, mas têm o suporte das professoras Dra. Marina de Alcântara e Dra. Bruna Ribeiro de Paula.

“Tudo é revisado pelas professoras, mas quem atua fazendo as peças processuais são os próprios acadêmicos”, enfatiza o coordenador do curso.
 
Onde encontrar o serviço jurídico gratuito do NPJ?

Os elegíveis para atendimento gratuito têm disponível duas formas de buscar auxílio do Núcleo de Práticas Jurídicas da FACIT, a primeira é através do número de WhatsApp (63) 9 9103-4901, realizando o agendamento do atendimento.

Durante essa primeira conversa, são levantados dados como o nome, CPF, endereço, comprovação de carência e outros.
A segunda forma de buscar auxílio é se dirigindo até o NPJ, sediado no Campus I da FACIT, Rua D, nº 25, Qd 11, Lt 10, Setor George Yunes, no segundo piso, de segunda a sexta-feira, das 14h às 17 horas.

Durante as audiências, o assistido é representado legalmente pelas Dra. Marina de Alcântara e Dra. Bruna Ribeiro de Paula, além de ser acompanhado pelos acadêmicos envolvidos no caso.

Compartilhar