3° Inter-Rádio da FACIT movimentou acadêmicos do curso de Radiologia

28 de setembro de 2021

Participantes arrecadaram cestas básicas que serão doadas para um ONG da cidade.

A Liga Acadêmica de Radiologia e Diagnóstico por Imagens (LARDIM) realizou o 3° Inter-Rádio da Faculdade de Ciências do Tocantins – FACIT-TO. Interrompido, anteriormente, por causa da pandemia do COVID-19, o evento tem a intenção de promover a integração entre veteranos e calouros do curso.

“Essa é a terceira edição do evento, mas é a primeira organizada pela LARDIM. A liga foi fundada no final do semestre passado e nos esforçamos para começar com o pé direito”, comenta Mateus Ferreira, o presidente da Liga.

Papel social

Além da diversão, a competição teve seu papel social, já que os times foram desafiados a arrecadar cestas básicas para doar à ONG “Amor de Mãe”, que ajuda mães carentes e solteiras. No total, foram arrecadadas 29 cestas básicas.

“Esse tipo de ação é importante para que eles possam desenvolver um olhar mais social, como foi com a arrecadação dessas cestas básicas. E principalmente para que eles se conheçam e possam se relacionar melhor”, destacou a coordenadora do curso de Radiologia, professora  Ângela Morais.

Universitário também gosta de gincana

Os participantes foram divididos em três equipes: Verde, Branco e Preto. O prêmio da disputa foi a atribuição de ponto para qualquer matéria da grade escolhida pelo aluno do time vencedor.

Teve corrida de pés colados, prova de comer melancia mais rápido e sem as mãos, votação para escolha do melhor mascote do evento e até desafio de dancinha do TikTok.

A equipe vencedora da gincana foi a de cor Preta, seguida de perto pelo Time Branco e Verde.

“Na primeira edição, minha turma perdeu, mas na segunda ganhamos. Queria muito que o time Branco vencesse para sermos bicampeões, mas o importante mesmo é participar do evento e interagir”, contou o acadêmico do 6° período, Lucas Fernandes.

Interação e diversão

Beatriz Souza Fragoso está no 5° período e gostou da gincana.

“É uma forma de interagirmos mais com os outros períodos, saber quais são as suas expectativas sobre o curso e aqui a gente tem essa oportunidade de viver, literalmente, entre turmas”, conclui.


Compartilhar